Assunto, tema e tese no ENEM

Aprenda sobre o Assunto, Tema e Tese no ENEM.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin

DOIS DEDOS DE PROSA

Uma das principais preocupações e, talvez, a maior dificuldade de muitos candidatos a ENEM, vestibulares e concursos, de uma maneira geral, reside no ato de escrever. Escrever bem não é tão difícil como aparenta à primeira vista. Contudo, é preciso aprendera redigir. Faz-se necessário vencer a preguiça e o medo. Este é fruto da insegurança, que, por sua vez, pode ter origem nas incertezas, na falta de conhecimento e de ideias, no fato de a pessoa não saber organizar bem o pensamento. Aquela se deve muito mais a um aspecto cultural e prático: não temos o hábito de escrever e é “muito mais fácil (prático e objetivo) falar”.

Não se aprende a redigir “por decreto”. Na verdade, é um processo gradual e sistemático, que parte do indivíduo desde a sua iniciação nos estudos e o acompanhará pelo resto de sua vida. Escrever é um processo constante, que se renova a cada momento, através da prática de exercícios. No começo, pode parecer um pouco difícil transpor os obstáculos que surgirão à sua frente, entretanto, com dicas simples e práticas, você descobrirá que a escrita é um produto com características simples que podem ser treinadas e aperfeiçoadas por você através de suas redações. O produção textual também lhe permite desenvolver melhor sua capacidade de compreender o mundo em que vive e, numa visão prática e objetiva, poderá responder, com mais propriedade e certeza, às questões que lhe serão propostas nas mais diversas áreas do conhecimento. Daí surge também a preocupação com o tema.

Para escrever bem e com desembaraço, é preciso, antes, falar bem e praticar, com bastante frequência, o hábito da leitura. Isso não quer dizer que você já tenha de ser um grande leitor hoje, mas que deva se tornar daqui para frente e com a nossa ajuda no ProEnem. Isso permite desenvolver, sem se dar conta, seu potencial de expressão escrita, uma vez que uma boa leitura faz com que seu vocabulário se amplie e que as boas estruturas frasais sejam armazenadas em sua cabeça, para serem usadas quando necessário.

OS DESAFIOS

Um dos desafios a quem pretende escrever bem é dominar alguns aspectos do tema apresentado pela banca. Isso faz com que muitos candidatos se desesperem tentando adivinhar tema, sem saber sequer a diferença entre assunto, tema e tese.

Inicialmente, devemos tratar o conceito de ASSUNTO. De forma mais simplificada, ASSUNTO é qualquer aspecto relacionado à realidade do qual se possa falar. São exemplos de assunto “educação”, “violência”, “saúde”, “meio ambiente”, “religião”, “preconceito”, entre outros.

Entretanto, em provas como o Exame Nacional do Ensino Médio, você não encontra essas palavras soltas para discorrer sobre elas. Isso ocorre, pois a banca, após escolher o assunto, faz uma delimitação, uma restrição do que o candidato deve escrever. É assim que surgem os temas.

A banca escolhe o assunto “violência”, delimita e apresenta na prova “Persistência da Violência contra mulher no Brasil”. A banca escolhe o assunto “religião”, restringe e apresenta “Caminhos para o combate ao preconceito religioso no Brasil”. A banca escolhe o assunto “Lei Seca”, especifica e apresenta “Os efeitos da implantação daLei Secano Brasil”. Desse modo, você já pode perceber que o tema é mais pontual do que o assunto. Cada restrição proposta ao assunto pela banca representa um tópico a ser tratado por você e avaliado por ela.

Não perca mais tempo, inicie agora sua preparação para o ENEM!

Se a banca apresenta o tema “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”, ela já assinalou para o candidato que não pode focar seu texto em “causas” (pois a palavra “efeitos” pressupõe “consequências”) tampouco em medidas semelhantes, mas no exterior (pois a delimitação da banca é Brasil).

Gostou de nosso conteúdo sobre redação para o Enem?
Temos uma série de outros conteúdos que podem te interessar , dentre eles
aulas de redação para o enem
e possíveis temas de redação para o Enem…

Para ficar por dentro deste nosso conteúdo se inscreva em nossa lista

SUA DELIMITAÇÃO

Apesar de o tema já vir delimitado, há possibilidade de o candidato restringir ainda mais, dependendo do que a banca já especificou. Ao fazer essa delimitação, determina melhor sua linha argumentativa.

Observe que, sobre a educação, é possível promover algumas delimitações, como:

A) tipo:
A educação sexual.

B) tempo:
A educação sexual atualmente

C) lugar:
A educação sexual, atualmente, no Brasil

D) aspecto:

A carência do ensino de educação sexual, atualmente, no Brasil

Tese:

Ainda que seja de grande importância, podendo, mesmo, ser considerado um assunto da maior relevância para o futuro do nosso país, verifica-se uma carência do ensino de educação sexual, atualmente, no Brasil.

O mesmo poderia ocorrer com o assunto geral a televisão:

A) tipo:
A televisão educativa.

B) tempo:
A televisão educativa na última década.

C) lugar:

A televisão educativa, na última década, no Brasil.

D) aspecto:
A pouca exploração da televisão educativa, na última década, no Brasil.

Tese:

Por questões de interesse majoritariamente político, constata-se que, por parte do governo, houve a pouca exploração da televisão educativa, na última década, no Brasil.

Desse modo, a banca apresenta sempre um tema que está relacionado a um assunto. É necessário prestar muita atenção nos recursos de delimitação utilizados por ela para estabelecê-lo.

Já a tese não parte da banca, mas do autor. É a afirmação que o candidato faz sobre o tema apresentado.

Características de uma boa tese:

1. Não pode ser muito pessoal

“É possível afirmar que a economia lá em casa vem passando por momentos difíceis, tendo em vista…”

2. Não pode ser muito genérica

“Percebemos que o Brasil vem passando por problemas graves. Isso se evidencia não só pela alta quantidade de…”

3. Não pode ser uma informação

“No Brasil, 13 por cento dos idosos vivem em situação de abandono nas grandes metrópoles, haja vista…”

É importante lembrar que informações são muito bem-vindas no desenvolvimento para servir de base às ideias apresentadas na introdução. Porém, utilizar dados como tese causa um esvaziamento do plano argumentativo que diminui a nota do candidato, sobretudo, em textos dissertativo-argumentativos.

Existem várias possibilidades para começar o texto dissertativo. É possível apresentar enumerações, situações históricas ligadas ao tema, pergunta retórica, entre outras possibilidades. Isso não basta, a tese se institui a partir da explicitação do seu posicionamento.

Uma tese ideal demonstra para a banca que o tema foi lido com cuidado e compreendido. Assim, o que acontece na vida é o assunto, o que a banca lhe apresenta é o tema, o que você afirma sobre o tem é a tese. Aquilo que você apresenta de informação para dar suporte à sua tese chama-se argumento. Mas isso já é assunto de outra aula. Até lá!

CADASTRE-SE

E receba em primeira-mão todas as novidades dos Vestibulares, Ofertas, Promoções e mais!

ENEM - ProEnem" />