Estude com quem mais aprova. escolha um plano e faça parte dos milhares de alunos que são aprovados todos os anos com o Proenem
Pesquisar

Estude para o Enem totalmente grátis

ESTRUTURA DISSERTATIVA E CORREÇÃO DIRIGIDA

ESTRUTURA DISSERTATIVA E CORREÇÃO DIRIGIDA

Temos visto que o texto dissertativo não representa apenas a análise de uma tese, o estudo de um ponto de vista, de uma opinião, mas a reunião de elementos comprovadores de suas proposições.

O ENEM, em geral, aborda assuntos já discutidos amplamente em TV aberta e ligados a problemas sociais, econômicos, culturais, políticos, comportamentais, etc.

Nesse sentido, dissertar pode ser entendido como a atividade de expor ideias, juízos, opiniões, pontos de vista, calcados em ARGUMENTOS, sobre um determinado assunto ou tema.

Portanto, algumas recomendações se fazem necessárias:

• Só se pode emitir uma opinião acerca de um assunto aquele que o conhece, não que seja um especialista; assim, é preciso que haja uma familiarização mínima com o assunto a ser tratado, o que se consegue com a leitura de jornais, livros, com a reflexão sobre telejornais, palestras etc.

• As opiniões e os conceitos emitidos numa DISSERTAÇÃO representam sua visão de autor. Tal opinião deve ser credenciada por meio de dados, estatísticas, citações, alusões históricas e demais elementos capazes de validar seu posicionamento.

• Oriente-se pelo tema, mas não deixe de ler os textos de apoio antes de começar a escrever. Em muitos casos, esses textos ajudam a deixar mais clara a direção argumentativa que você deve tomar;

• Não confunda quantidade com qualidade. Escrever muito não é escrever bem. Portanto, se você já cumpriu seu projeto de texto e organizou seus argumentos, não se obrigue a atingir as 30 linhas.

• Esteja bastante atento não só à adequação como à propriedade vocabular ao materializar seu texto numa redação.

PROPRIEDADE VOCABULAR

Se os argumentos que estão na sua cabeça são importantes na hora de escrever, tão importante quanto são as palavras que você utiliza para trazer seu pensamento da reflexão até o papel. Quando pretende evitar a repetição de palavras ou mesmo ajustar o texto à modalidade formal escrita, muitos candidatos se utilizam de expressões estranhas ao contexto ou inadequadas para fazer suas substituições.

A frase “Carlos fez o exame”, por exemplo, pode ser considerada inadequada. O verbo – por ser muito genérico – contribui para ambiguidade do enunciado. Vejamos outras possibilidades de construção que retiram a ambiguidade:

Carlos elaborou o exame.
(Adequado a um contexto = Carlos trabalha na banca)

Carlos prestou exame.
(Adequado ao contexto = Carlos é candidato)

Carlos submeteu-se a exame.
(Adequado ao contexto = Carlos é o paciente)

Portanto, não se esqueça de que sua preocupação, ao redigir, deve estar voltada tanto para o registro formal (ADEQUAÇÃO VOCABULAR) quanto para o contexto que se pretende expressar na redação (PROPRIEDADE VOCABULAR).

Observe os exemplos:

a. Marcos treinou desde cedo e deu um bom jogador de futebol. (inadequado)
Marcos treinou desde cedo e tornou-se um bom jogador de futebol. (adequado)

b. A vítima deu o dinheiro ao bandido. (inadequado)
A vítima entregou o dinheiro ao bandido. (adequado)

c. A divisão da conta deu vinte reais para cada um. (inadequado)
A divisão da conta resultou em vinte reais para cada um. (adequado)

CORREÇÃO DIRIGIDA DO MODELO DISSERTATIVO ARGUMENTATIVO

NOTA FINAL : 880

Competência 1-1 : Uso Inadequado ou ausência de Vírgula. 

Competência 1-2: Ortografia Inadequada. 

Competência 1-3: Virgula envolvendo adjuntos Adverbiais.

Competência 1-4:  Uso inadequado ou ausência de vírgula.

Competência 4-5: Problema de Construção.

Competência 1-6:  Concordância nominal inadequada. 

Competência 1-7:  Regência nominal inadequada. 

Competência 1-8:  Vírgula junto a termos explicativos. 

Quer aquele empurrãozinho a mais para seu sucesso?

Baixe agora o Ebook OS SEGREDOS DA REDAÇÃO NOTA 1000, gratuitamente!

Precisando de ajuda?

Entre em contato agora

👋E aí, ProAluno! Em que posso te ajudar?
Central de Vendas Central do Aluno