Estude com quem mais aprova. escolha um plano e faça parte dos milhares de alunos que são aprovados todos os anos com o Proenem
Pesquisar

Estude para o Enem totalmente grátis

RENASCIMENTO E REVOLUÇÃO CIENTÍFICA

RENASCIMENTO E REVOLUÇÃO CIENTÍFICA

Após o período medieval vão ocorrer profundas alterações na conjuntura cultural da Europa.

A EUROPA EM TRANSFORMAÇÃO

O ressurgimento do comércio acaba por gerar o crescimento de grandes aglomerados urbanos, esses apinhados urbanos geram uma convulsão de novas ideias, novas formas de pensar e novos paradigmas sociais. Uma convulsão de pensamentos que acabam por gerar um renascimento cultural, questionando uma série de comportamentos anteriormente estabelecidos.

Entendido por um período entre a metade do século XIV e o fim do século XVI, o Renascimento foi um movimento que se estendeu para além da Filosofia, tendo forte influência nos campos das artes, economia, religião, política e ciência.

O RENASCIMENTO

O renascimento rebate uma visão teocêntrica de mundo presente ao longo da idade média, trazendo novamente posicionamentos do mundo greco-romano, como o uso da razão, o hedonismo e o naturalismo. É importante ressaltar que o renascimento apresenta um rompimento, mas também é propositivo, ao estabelecer e valorizar o homem, uma visão humanista, individualista e amplamente antropocêntrica de mundo.

O renascimento vai além, com influência do mecenato, gera uma enormidade de artistas, pintores, autores e demais representantes do meio cultural, o renascimento foi uma mudança de pensamento, mas foi uma exposição e enaltecimento da cultura e pensamento humano.

O Homem Vitruviano. Leonardo da Vinci. 1490.

O Homem Vitruviano. Leonardo da Vinci. (1490)

O Renascimento foi fundamental para Filosofia, ao trazer para o homem uma necessidade de entender sua realidade, desvinculando e deixando de lado a exclusividade do pensamento religioso, a Filosofia Renascentista vai ser marcada por um profundo questionamento da ordem vigente na Europa feudal, buscando estruturar os caminhos para o novo mundo que se formulava com o renascimento urbano e comercial.

É possível observar na arte renascentista todo teor humanista e antropocêntrico do processo, uma valorização de tudo que é humano, desde seu corpo até sua capacidade de pensamento e reflexão. Torna-se normal nas obras do período detalhamento extremo da forma física humana, além de remontes históricos de períodos da Filosofia, como na obra de Rafael de Sanzio.

A REVOLUÇÃO CIENTÍFICA

O século XVII apresentou grandes mudanças em relação às ciências. O foco passou a ser explicar os diferentes fenômenos da natureza através de uma forma racional, superando a fase anterior que priorizava a descrição. Nesse contexto a adoção e desenvolvimento do método científico foram fundamentais para o avanço dessa estrutura de conhecimento.

Essa alteração nas estruturas de pensamento rompeu de maneira decisiva com a lógica católica uma vez que colocava o homem em condições de intervir sobre a natureza. A razão passou a ser vista como o instrumento essencial para explicar os fenômenos naturais.

Galileu

Galileu demonstrando as Novas Teorias Astronômicas na Universidade de Pádua. Félix Parra. (1873)

Entre os principais pensadores da chamada Revolução Científica temos Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton. Galileu, por exemplo, desenvolveu seus estudos com base nas experiências e nas observações como base do conhecimento científico.

Por fim, essas contribuições permitiram superar a noção de um mundo imóvel, estático como os dogmas católicos apresentavam, afirmando uma nova percepção de um universo em permanente movimento. Além disso, foram o fundamento para o desenvolvimento do pensamento iluminista do Século XVIII.

Quer aquele empurrãozinho a mais para seu sucesso?

Baixe agora o Ebook PORQUE VOCÊ PODE, gratuitamente!

Precisando de ajuda?

Entre em contato agora

👋E aí, ProAluno! Em que posso te ajudar?
Central de Vendas Central do Aluno