Estude com quem mais aprova. escolha um plano e faça parte dos milhares de alunos que são aprovados todos os anos com o Proenem
Pesquisar

Estude para o Enem totalmente grátis

FENOMENOLOGIA E ESTRUTURALISMO

FENOMENOLOGIA E ESTRUTURALISMO

Fenômeno é tudo aquilo que aparece, tudo aquilo que se apresenta. Estruturalismo é uma corrente que se opõe à teoria Evolucionista, defendida por grande parte da Antropologia.

FENOMENOLOGIA

A Fenomenologia para Edmund Husserl (1859 – 1938) apresenta uma perspectiva em que cada indivíduo vai entender a realidade dos fenômenos de forma diferenciada. Sua realidade, suas visões, histórias e culturas vão mover os entendimentos da fenomenologia de forma distinta. Nenhum indivíduo vai compreender os fenômenos apresentados ao longo da vida da mesma maneira.

A teoria de Husserl parte da tentativa de compreender os fenômenos, a intenção por trás do fenômeno – intencionalidade – e de seus entendimentos possíveis, o que permitiu seu acontecimento. Uma análise que não parte das ideias, de concepções prontas e estabelecidas.

Husserl

Platão na antiguidade separou a realidade em dois mundos, o inteligível (das ideias) e sensível (das sombras) sendo sua teoria das ideias uma forte influência para o entendimento dos fenômenos. Platão destacava a necessidade de estudarmos o mundo das ideias, o mundo ideal, que demonstraria a verdade, aquele determinado em base racional e lógica, desvalorizando os entendimentos oriundos dos sentidos, por considerar que são enganosos. A Fenomenologia vai dar destaque aos acontecimentos do mundo sensível, utilizando-se da teoria platônica, é uma inversão da primazia da razão que ocorreu ao longo da história. A fenomenologia vai valorizar os acontecimentos que ocorrem na realidade sensível.

ESTRUTURALISMO

Construída na segunda metade do século XX, o Estruturalismo é uma corrente que se opõe à teoria Evolucionista, defendida por grande parte da Antropologia ao longo do século XIX. Tendo no belga Claude Lévi-Strauss (1908 – 2009) seu maior nome, busca não estabelecer nenhuma cultura como superior ou inferior, compreendendo que cada sociedade possui sua própria estrutura. O entendimento das características de cada uma das estruturas humanas é transformador e fundamental para o desenvolvimento do pensamento humanista no século XX.

Entre essas estruturas, o autor busca mostrar que há estruturas comuns a todas as culturas, quais aspectos comuns podemos encontrar em toda e qualquer cultura humana, independente de espaço ou território e compreender quais são as análises comuns da atividade humana. Essas estruturas representariam a base da humanidade, em sua forma cultural.

Para o Estruturalismo, existem elementos que são universais, encontrados em toda e qualquer cultura, pensamento apresentado nas obras Raça e História e Antropologia Estrutural. O Estruturalismo vai buscar entender os sistemas e as análises inconscientes que permitem a organização dos indivíduos, cabendo reforçar que, apesar de universais, as estruturas apresentam diferenças e particularidades dentro de cada cultura.

Quer aquele empurrãozinho a mais para seu sucesso?

Baixe agora o Ebook PORQUE VOCÊ PODE, gratuitamente!

Precisando de ajuda?

Entre em contato agora

👋E aí, ProAluno! Em que posso te ajudar?
Central de Vendas Central do Aluno